Para ser
Atendido

Recebemos pedidos para atendimento de diferentes organizações e instituições, públicas e de assistência, encaminhando pessoas com deficiência visual, com interesse em participar de nossos projetos, cursos e outras atividades

Para que você possa fazer parte também, existem algumas etapas. Vamos a elas?

Primeiro passo: fale conosco

Segundo passo: o que preciso levar

Depois da triagem inicial, você precisa levar alguns documentos, para seguirmos com seu cadastro e registro em nosso banco de dados. São eles: relatório oftalmológico com diagnóstico, comprovante de matrícula (quando o usuário estiver na escola), comprovante de residência, comprovante de renda familiar, cópia do CPF e RG do usuário e/ou de seus responsáveis (para menores de idade) e 01 foto 3×4 do usuário. Com esses documentos em mãos, você será encaminhado para o Serviço Social, aonde inicia seu processo aqui.

Terceiro passo: avaliação funcional da visão

Após a etapa do Serviço Social é o momento de encaminhar para o Serviço de Atenção Oftalmológica Especializada e Ortóptica. Nele, você vai obter laudos médicos, fundamentais na obtenção dos benefícios socioassistenciais – Benefício de Prestação Continuada, Bilhete Único Especial, Lei de Cotas e outros. Na sequência, passa pelas Avaliações da Funcionalidade da Visão e de Orientação e Mobilidade. Estas avaliações detectam a necessidade de outras tecnologias assistivas, como a máquina Braille e bengala longa ou ainda para outras especialidades, como terapias, por exemplo. Elas são importantes para verificar as condições funcionais dos ambientes frequentados por estas pessoas, gerando relatórios individuais, que serão instrumentos de orientação para intervenções adaptativas.

Quarto passo: você na Laramara

O último passo, para efetivar sua entrada na Laramara é o atendimento na Psicologia. Ele atua como um complemento ao início da trajetória, no Serviço Social. Finalizado essa etapa, você será integrado aos programas e projetos da instituição, ou ainda, poderá ser direcionado a outros serviços disponíveis em instituições de apoio. Se durante o processo de triagem, a avaliação identificar que você necessita de integração ou ainda que não poderá comparecer aos atendimentos semanais, fique tranquilo. Você poderá retornar, em um ano, para nova reavaliação e acompanhamento periódico de acordo com a necessidade.

Ainda com dúvida?

Você pode contribuir para que cada pessoa com deficiência visual, possa escrever sua própria trajetória. Faça sua doação!